8 Tratamentos caseiros para varizes

Apesar de serem muito comuns nas mulheres, as varizes costumam incomodar muito, interferindo na qualidade de vida.

Vale lembrar que varizes são aquelas veias dilatadas alongadas e tortuosas que surgem, geralmente, em regiões como pernas e pés.

Elas surgem em função do sangue, que deveria fluir em direção ao coração, ficar estagnado nas veias, causando dor, inchaço, e em casos mais graves, alterações em pigmentação da pele e trombose.

Embora qualquer um possa sofrer com varizes, existem alguns fatores de risco, como: gênero ( é mais comum nas mulheres), obesidade, genética, tabagismo, envelhecimento, gravidez, ficar longos períodos em pé ou sentado.

É fundamental procurar ajuda médica ao perceber a existência de varizes, sendo indicado, muitas vezes, uma cirurgia, na qual é retirada para melhorar o retorno venoso.

Além do tratamento médico, no entanto, é possível recorrer a algumas receitas caseiras para ajudar a, pelo menos, aliviar os sintomas das varizes. Confira!

1. Vinagre de maçã

Massageando suavemente, aplique o vinagre de maçã sobre as veias varicosas, duas vezes ao dia, de preferência, pela manhã e antes de dormir.

Muitas pessoas fazendo o uso do produto natural para varizes vazitran juntamente com vinagre de maçã para tratar as varizes e funciona muito bem, se você quiser comprar vazitran eu recomendo que compre o produto original para que você possa ter os melhores resultados.

2. Azeite

Aqueça o azeite com a vitamina E, espere amornar e, então, aplique a mistura na área varicosa, massageando suavemente. Faça isso duas vezes ao dia.

3. Alho

Procure incluir o alho fresco na alimentação diária, pois o alimento ajuda a reduzir a inflamação e os sintomas das varizes.

4. Hamamélis

Mergulhe um pano ou um pedaço de algodão em uma loção de Hamamélis e aplique sobre a área afetada, massageando suavemente por alguns minutos.

5. Pimenta caiena

A pimenta caiena é fonte de vitamina C e bioflavonóides, ajudando a melhorar a circulação sanguínea, aliviando os sintomas das varizes. Insira a pimenta no cardápio diário.

6. Folha de videira

Fonte de flavonoides (substâncias anti-inflamatórias), as folhas de videira agem na parede interna das veias, ajudando a aliviar o desconforto causado pelas varizes.

Ferva quatro copos de água com uma xícara de folhas de videira por 10 a 15 minutos. Depois, quando estiver morna, mergulhe os pés na solução.

7. Calêndula

A flor de calêndula ajuda a melhorar a circulação, aliviando os sintomas das varizes. Basta ferver quatro copos de água com uma xícara de flores de calêndula por cerca de cinco minutos. Depois, deixe esfriar um pouco, mergulhe um algodão, ou um pano na solução, e aplique sobre a área afetada.

8. Salsa

Com poderes antioxidantes, a salsa ajuda a aliviar os sintomas das varizes. Basta ferver uma xícara de água com um punhado de salsa fresca picada, por cerca de cinco minutos. Quando esfriar, é só coar a solução e aplicar diretamente na área afetada. Também, vale incluir a salsa crua no cardápio diário.

Lembrando que essas receitas não têm a pretensão de tratar, apenas de aliviar os sintomas causados pelas varizes e devem, portanto, estar associadas a outras medidas de tratamento orientadas pelo médico.

Alimentos que inflama a próstata

A próstata é um órgão da glândula do sistema reprodutor masculino que deve receber cuidados especiais, principalmente quando atingir a velhice, onde deve manter uma dieta correta com exercícios frequentes para manter sua saúde.

Se você tem dificuldade de manter uma dieta adequada, recomendamos que use suplementos naturais para prevenção da próstata, o mais recomendado é o Renova Prost porque ele é um produto natural que não contém efeitos colaterais e qualquer pessoa pode tomar.

O suplemento alimentar de urtiga: quais são seus benefícios para a próstata?

A urtiga vem das regiões temperadas da Eurásia. Como suplemento alimentar, seu uso é reconhecido para aliviar as dificuldades de micção relacionadas à hipertrofia prostática benigna . Em outras palavras, o suplemento dietético de urtiga é um bom aliado quando a micção é excessiva e ocorre à noite. Também é útil para irrigar os rins, bexiga e trato urinário em caso de inflamação, prevenir e tratar pedras nos rins e aliviar dores reumáticas ou artríticas. A dose recomendada de urtiga difere de acordo com as doenças que devem ser aliviadas:

Hipertrofia prostática benigna (fases I e II):  Extrato padronizado combinado: tome um suplemento contendo 200 mg de extrato de  urtiga  e 300 mg de extrato de Saw Palmetto diariamente.

Aqui estão alguns alimentos que você não deve comer se sua próstata estiver inflamada ou se desejar evitar possíveis inflamações.

Lista de alimentos ruins para a próstata

Carnes vermelhas e processadas

Comer carne vermelha e também processada em quantidades excessivas não é saudável e aumenta muito o risco de ter câncer de próstata. Existem estudos que comprovam que homens que ingeriram mais carne vermelha tiveram 12% mais predisposição a desenvolver câncer de próstata e 33% mais chances de ter câncer avançado do que aqueles que ingeriram menos proporções de carne vermelha.

Carne não orgânica

A carne não orgânica é aquela que você encontra principalmente nos mercados, e sua elaboração pode incluir o uso de hormônios, antibióticos e esteróides em grandes quantidades. Sugere-se comer carne orgânica para evitar os aditivos que esse tipo de carne possui e que pode ter um impacto negativo na próstata e na saúde em geral.

Cálcio e laticínios

A maioria da população é intolerante à lactose sem o saber, precisamente uma proteína do leite, a caseína, é o que nos impede de absorver o cálcio no leite. Isso acontece porque, ao consumir proteínas animais, o pH do sangue se torna ácido e o corpo, como reação, remove parte do cálcio que temos nos ossos para neutralizar essa acidez. Existem estudos que explicam que a ingestão excessiva de cálcio pode causar um alto risco de câncer de próstata .

Conservas de tomate e produtos à base de tomate

O licopeno antioxidante do tomate é fixado nos tecidos da próstata e evita a presença de células malignas. Seu consumo diminui o fator de risco em doenças cardiovasculares, principalmente em mulheres. Devido ao seu teor de água, o tomate hidrata e rejuvenesce a pele. Mas, pelo contrário, sugere-se evitar tomates engarrafados ou enlatados a todo custo, pois eles têm um bisfenol de alto grau, associado a diferentes tipos de câncer e graves problemas de saúde.

Pipoca de microondas

A pipoca tem uma grande fonte de fibras desde que sejam naturais, uma vez que aquelas que são instantâneas como as de microondas não são aconselháveis ​​pelos produtos químicos presentes em suas sacolas e pela gordura com a qual são preparados. Esses artigos foram vinculados ao câncer em testes com animais de laboratório.

Batatas não orgânicas

O excesso no uso de pesticidas químicos nas culturas de batata está aumentando nos países em desenvolvimento, à medida que os agricultores intensificam a produção e começam a produzir em áreas e em épocas que não são as tradicionais desta cultura. Os produtos químicos geralmente são muito tóxicos e são aplicados com equipamento de proteção insuficiente ou inexistente. Então, sugerimos que você compre batatas orgânicas.

Batatas fritas

As batatas fritas, tanto caseiras quanto em saco, contêm uma grande quantidade de gordura e sal saturadas. Além disso, batatas fritas (tanto caseiras quanto em bolsa)  podem conter uma substância cancerígena chamada glicidamida, que é gerada na preparação de frituras a altas temperaturas.

Adoçantes artificiais

Adoçantes artificiais estão presentes em uma grande quantidade de alimentos de consumo comum entre a população. Atualmente, é comum que diferentes substâncias químicas sejam usadas como substituto do açúcar, o que pode causar reações alérgicas e, em alguns casos, câncer.

Salmão cultivado

Apenas o salmão selvagem possui carne rosa (ou laranja) e isso se deve a uma dieta rica em crustáceos. Quando eles vêm de fazendas de peixes, sua carne é cinza pálida, de modo que os criadores de peixes adicionam um complemento alimentar à dieta dos animais. Esse suplemento tinge a carne da mesma cor que os espécimes selvagens. Este suplemento é chamado astaxantina combinada com isso também na maioria dos casos tem altos níveis de contaminantes.

Açúcar

Este alimento, além de fornecer muitas calorias, é para muitos pesquisadores o principal fator de crescimento das células cancerígenas. Evite o consumo de açúcar, tanto quanto possível.

Melhores com as pernas inchadas em 5 etapas

O verão traz altas temperaturas e queremos nos refrescar. É normal, porque o excesso de calor por muito tempo tem consequências para a saúde, como inchaço das pernas e tornozelos, o que afeta especialmente as mulheres, principalmente as grávidas. Outras pessoas vulneráveis ​​são aquelas que estão acima do peso ou que bebem pouco.

VASOS SANGUÍNEOS DILATADOS CAUSAM INCHAÇO

Semelhante ao que acontece quando você transpira, o inchaço é uma reação irritante do corpo, mas é realmente um mecanismo de adaptação ao calor. O calor dilata os vasos sanguíneos, a circulação sanguínea diminui e o líquido penetra nos tecidos. O resultado: pés e pernas inchados.

Esse é o motivo da maioria dos casos. No entanto, existem problemas cardíacos e renais que podem causar inchaço nas pernas. Se você se sentir muito cansado sem explicação ou notar outros sintomas, é melhor ir ao médico.

DICAS PARA COMBATER PERNAS INCHADAS

As dicas a seguir ajudarão o sangue a fluir novamente rapidamente.

1. MOVA MAIS

No início da manhã ou no final da tarde, você pode fazer exercícios leves, como caminhar ou dar um passeio de bicicleta para ativar a circulação. Nos dias mais quentes, você pode nadar na piscina ou na praia.

2. REFRESQUE-SE COM JATOS DE ÁGUA

Durante o dia, é uma boa ideia refrescar as pernas no chuveiro por alguns minutos. Se você tem um jardim, aproveite para regar e refrescar-se com a mangueira. Você pode agir assim: molhe as pernas, deixe-as secar ao sol e molhe-as novamente.

Um banho de pés curto e frio alcança o mesmo efeito. É um método perfeito para baixar a temperatura de todo o corpo.

3. LEVANTE AS PERNAS

Sempre que tiver uma chance, deite-se e coloque as pernas mais altas que a cabeça. Desta forma, o sangue fluirá mais facilmente para o coração.

Se você tiver que ficar em pé por um longo tempo, geralmente fique na ponta dos pés ou leve pequenos barcos para estimular a circulação.

Veja mais artigos como esse no site: Saúde, beleza e bem estar botequim informal

4. COMA E BEBA ADEQUADAMENTE

É importante beber uma quantidade suficiente de água para manter uma boa velocidade de circulação. As bebidas mais apropriadas são águas minerais e infusões sem açúcar. Este último também pode ter um efeito diurético se forem escolhidas plantas adequadas (por exemplo, rabo de cavalo e dente de leão são diuréticos).

Uma alimentação adequada também pode ajudar com as pernas inchadas. É importante comer pequenas quantidades várias vezes e incluir frutas e vegetais frescos , bem como alimentos integrais em todas as refeições .

Esses alimentos não sobrecarregam seu corpo como alimentos gordurosos, são facilmente digeridos e fornecem compostos vegetais que promovem a flexibilidade e o bom tom dos vasos sanguíneos. Dessa forma, você não precisará de um suprimento extra de sangue no sistema digestivo e poderá retornar aos vasos sanguíneos para trabalhar contra o calor.

Por outro lado, você deve reduzir ao máximo a ingestão de sal (sódio), pois favorece a entrada de líquido nas células. Lembre-se de que charcutaria e alimentos pré-cozidos geralmente contêm sal oculto na forma de conservantes e intensificadores de sabor.

5. NÃO USE SAPATOS ESTREITOS

Se seus pés e pernas tendem a inchar com o calor, não use sapatos que os apertem e agravem o problema. Sapatos abertos e confortáveis, como sandálias , são recomendados .

Sapatos com salto alto são especialmente inconvenientes porque causam um aumento exagerado na tensão da panturrilha que comprime as veias e dificulta a circulação sanguínea.

Massagem Pode Ajudar Você a Perder Peso

Perder peso , sentado na mesa de massagem? Às vezes, é alegado que as massagens ajudam na perda de peso. Então vá com aqueles difíceis de manter dietas e programas de treinamento pesados!
A verdade infelizmente é mais sutil. Perder peso apenas através de massagens, isso é um mito. O que é um fato é que as massagens podem ajudar na perda de peso. Médico do doutor explica como isso funciona.

Massagem promove o descarte de resíduos

Seu corpo é colocado para trabalhar durante a perda de peso; uma grande limpeza está sendo realizada. Isso requer um metabolismo ideal para permitir que o aumento da queima de gordura e a remoção de materiais residuais ocorra suavemente.

Você faz isso medindo uma dieta saudável e regular, bebendo muita água e com atividade física extra . A massagem pode desempenhar um importante papel de apoio nisso.

Isso ocorre porque a massagem promove a circulação sanguínea e estimula muitos processos no corpo, incluindo a digestão , a remoção de resíduos e a drenagem da umidade.

Massagem melhora a condição da pele

Massagem promove a circulação sanguínea na pele. Os nutrientes alcançam melhor a pele e a produção de colágeno e elastina é estimulada, o que garante uma pele firme. Além disso, os resíduos são melhor eliminados.

Existem massagens especiais do tecido conjuntivo que se concentram na redução da celulite  (casca de laranja ou panniculose).

A celulite é frequentemente associada ao excesso de peso , mas isso não tem que ser o caso. A celulite é, na verdade, o resultado de uma eliminação deficiente de produtos residuais ou é causada por influências hormonais.

Células de gordura explodem e você tem uma pele irregular. Massagens do tecido conjuntivo podem reduzir esse problema; eles não causam perda de peso imediatamente, mas eles têm uma pele mais firme.

Menos necessidade de petiscar

O excesso de peso pode ser o resultado do ” comer com emoção “, devido a um sentimento ou estresse infelizes . Massagem ajuda você a relaxar melhor e se sentir mais feliz.

As substâncias sinalizadoras serotonina, ocitocina e endorfinas são produzidas durante as massagens, que têm como substâncias os hormônios da felicidade dos apelidos e as substâncias do ‘sentir-se bem’.

O nível de cortisol (hormônio do estresse) também diminui através de massagem, o que reduz o estresse, alterações de humor e sentimentos depressivos .

Porque massagem ajuda você a se sentir mais feliz, você vai cair em emoção-comendo menos rapidamente e deixar alimentos pouco saudáveis, como produtos açucarados e lanches gordurosos mais fáceis.

Formas de massagem adequados

Existem diferentes tipos de massagem que podem ajudar na perda de peso:

Massagem do tecido conjuntivo

Com esta massagem, as técnicas de massagem profunda exercem influência na camada média da pele para estimular a pele a renovar e afrouxar aderências. Pense por exemplo de massagens profundas e amassadas. O resultado é uma pele mais apertada.

Massagem

Com esta massagem a pele é sugada a vácuo com chávenas, pelo que a circulação é fortemente ativada localmente, o metabolismo nas células adiposas é promovido e as aderências são soltas. Com isso, como resultado, uma pele mais firme.

Massagem de emagrecimento

Esta massagem combina massagem do tecido conjuntivo com massagem e concentra-se em soltar gordura presa e celulite. Trabalhamos com um sistema especialmente desenvolvido, chamado de sistema celluvacuma®.

A massagem leva à perda de tamanho. A perda de peso pode ser um efeito colateral.

Drenagem linfática manual

Esta é uma forma muito gentil de tratamento, que se concentra no fluxo do fluido linfático. Desta forma, as acumulações de fluido são remediadas e os materiais residuais são efetivamente removidos do corpo. A limpeza do sistema linfático também tem um efeito fortalecedor no sistema imunitário.

Massagem clássica de relaxamento

Pessoas que sofrem de excesso de peso devido ao estresse, beneficiam-se muito de massagens tradicionais de relaxamento com técnicas de massagem suaves.

Proporciona uma maior sensação de bem-estar e ajuda as pessoas a entrar em melhor contato com seu próprio corpo. Agudo seu próprio corpo desempenha um papel importante nisso.